Tecla SAP


O que comem os ciclistas profissionais?



Matéria publicada no site www.cyclingweekly.comem 30 de maio de 2017.

What do professional cyclists eat?
by Hannah Reynolds

Aperte o SAP!

O que comem os ciclistas profissionais?

A nutrição tem um papel importante na performance do ciclista. Está relacionada à energia gasta no exercício e na recuperação. Chega a ser tão importante que existem times profissionais que contratam chefs de cozinha e nutricionistas para garantir que o que foi planejado será servido.

Hannah Grant, autora do livro: The Grand Tour Cook Book e antiga chef do time profissional Tinkoff-Saxo, explica que é comum se pensar que quando se gasta 4000 a 6000 calorias num dia, pode-se comer de tudo. Entretanto, quando se é atleta, tem que se ser profissional todo o tempo. A performance do atleta a longo prazo depende se seu corpo é contruído de fast food ou de comida de verdade como carnes e vegetais.

O QUE COMER ANTES DE PEDALAR?
O café da manhã é a primeira refeição do dia, e se você treina pela manhã, esta refeição te dará a energia necessária para o pedal. Quando amanhece, já terão se passado por volta de 12 horas desde a sua última refeição, e durante a noite seu corpo usa energia para recuperar seus músculos e fornece glicose para o funcionamento do cérebro.

Caso seu objetivo seja a perda de peso, o treino pela manhã é recomendado por você ingerir menos calorias ao longo da manhã.

O ideal é incluir um carboidrato de baixa carga glicêmica, uma fonte de proteína e uma fruta ou vegetal para melhorar o perfil de nutrientes do seu dia.

Mesmo se você estiver com pressa, existem vários lanches rápidos que podem ser preparados, um exemplo simples é a vitamina.

Outros exemplos de café da manhã:
- Mingau de leite ou soja com frutas vermelhas frescas, banana e mix de sementes;
- Ovos mexidos com torrada integral e tomate;
- Vitamina de banana, pasta de amendoim, leite e aveia.

DURANTE O PEDAL
Se for pedalar por mais de uma hora, será necessário ingerir mais carboidrato. Pode ser por bebidas hidroeletroliticas, barras de cereal e gels. Outras fontes ricas em carboidrato são bananas ou frutas secas. O objetivo é conseguir 60g de carboidrato por hora de exercício. É importante não consumir mais do que o que você necessita, pois isso sobrecarregará o estômago, fazendo com que ele tenha que lidar com a digestão enquanto está se exercitando, o que pode gerar náusea ou dor.

Algumas formas de alcançar 60g de carboidratos:
- Uma banana, 500ml de bebida hidroeletrolitica e uma barrinha de cereal;
-  6 frutas secas com 500ml de bebida hidroeletrolitica;
-  6 gomas de carboidrato com 2 pedaços de figo.

DEPOIS DE PEDALAR
Ao terminar o treino a prioridade é repor a energia gasta para recuperar o glicogênio muscular e prover proteína adequada para o músculo se reparar. É importante ter na refeição de 20-40g de proteína e 60-80g de carboidrato. É bom também dicionar vários vegetais nesta refeição, tanto para conseguir aumentar sua ingestão de carboidratos, quanto para garantir que você tenha uma gama de nutrientes e fibras suficientes para sua saúde intestinal.

Outros exemplos de refeição pós-pedal
- Purê de batata com carna e salada
- Peito de frango com arroz e vegetais
- Vitamina de pasta de amendoim, iogurte, banana, semente de chia e sementes frescas.

Tradução feita pela Estagiário Lúcio Zago (2º semestre/2017)









Clube449


Newsletter

Cadastre-se e receba e-mails com dicas e informações.

 
 

Contatos

(61) 3363-7449
(61) 98535-7449 (whatsapp)
clinica449 (skype)
contato@clinica449.com.br

Centro Clínico Sudoeste
Sala 219 - Brasília/DF

Busca

Encontre o que você precisa em todo o nosso site.